Recordistas em gravações no gênero, Leyde & Laura lançam álbum “Modas de Viola”

Projeto inédito conta com a participação especial dos maiores violeiros do país, trazendo um grande nome em cada uma das 14 faixas

Dupla feminina que mais gravou modas de viola na história da música sertaneja, Leyde & Laura preparou mais uma surpresa para os fãs, parte da comemoração de 25 anos de carreira. As irmãs mato-grossenses presenteiam seu imenso público com um verdadeiro tributo ao gênero, o álbum “Modas de Viola”.

Depois do sucesso do CD “Leyde & Laura – 25 Anos”, que ratificou o ecletismo e modernidade presentes ao longo de sua trajetória, elas voltam às origens num projeto especial, pioneiro no país. São 14 faixas, entre inéditas e releituras, cada uma delas trazendo a participação de um grande violeiro. A ideia é proporcionar uma sonoridade ímpar em cada canção, com o estilo próprio de músicos já consagrados no segmento. Um desfile de talentos de diferentes gerações, todos eles com uma paixão em comum: a viola.

João Carreiro aceitou prontamente o convite para uma participação primorosa no clássico “Flor do Ipê” (Djalma). Difícil não se emocionar com o encontro deste expoente da viola com as vozes que parecem ter sido criadas para dar vida a tantas modas inesquecíveis.

Emoção que é experimentada a cada faixa ouvida ao longo do trabalho. São histórias deliciosas, trazendo, em sua maioria, belas lições de vida. É o caso de “Atiradora de Elite” (Devanir Bianco/Pasqual Marques), que conta com a viola de Juliana Andrade. A mensagem trazida é que o dever a cumprir supera quaisquer obstáculos, mesmo que o resultado não seja motivo de comemoração pessoal. “Rei dos Judeus” (Dino Franco), com a participação de Zé Henrique (parceiro de Gabriel), é uma viagem no tempo, lembrando a triste realidade das atrocidades cometidas na Segunda Guerra Mundial.

Em “O Doador”, inédita que tem a letra (em parceria com o saudoso Zé Fortuna) e viola assinadas por Paraíso, o tema é o amor, ainda que não correspondido, mas que continua vivo e proporciona decisões (ou finais) surpreendentes. Já em “Legítimo Doutor” (Geraldinho), com participação de Jackson Ricarte, o mote é a soberba que rege a vida de um grande médico, defeito que é posto em xeque quando sua filha é acometida por uma grave doença. Um outro doutor, desta vez em “A Nora e a Sogra” (João Freitas/Renan Valentte), acaba dando uma contribuição importante para o fim do relacionamento conturbado de ambas, sob o ponteio bruto do jovem Lyan, da dupla Mayck & Lyan.

A releitura de “Exemplo de Humildade” (Dino Franco/Tião Carreiro), gravada por Tião Carreiro & Pardinho, tem o ponteado de Marcelo Viola, outro jovem e aplaudido violeiro. Aqui a advertência é que muitas vezes as aparências enganam, então não se deve nunca julgar por elas. Em “Milagre do Retrato” (Sulino/Paulo Calandro), participação de Maycon Amaral, o amor de um garoto pelo avô é o ponto de partida para uma cura inesperada. Tão extraordinária e comovente quanto o parto de uma indigente descrito em “Dra. Esmeralda”, com a letra e viola de Cacique.

Entre os violeiros convidados, ainda temos duas figuras que participam ativamente no dia-a-dia da dupla. André Fernandes, o primeiro deles, mostra sua performance na inédita “O Menino do Armazém” (Lucimar), e também é responsável pela produção musical em parceria com Leyde, dona de uma primeira voz única. O segundo  é Leandro Michel, que assim como André Fernandes faz parte da banda e viaja pelo Brasil com a turnê da dupla. Ele faz a viola chorar em “Filha do Caminhoneiro” (Jesus Belmiro/Paraíso).

Laura, além da segunda voz perfeita, assina duas composições: a lindíssima “O Amor do Sol e a Lua”, parceria com Luiz Fernando, e “Roda de Viola”, com Nestor do Prado. As faixas ganham ainda mais brilho com as violas dos competentes Thácio, parceiro de Lucas Reis, e Campo Grande, respectivamente.

Fechando o CD, uma mensagem de fé e esperança na releitura de um grande sucesso da dupla: “Justiça Divina” (João Miranda/Oswaldo Galhardi/Ciro Rosa). A viola de Thiago Paccola serve de pano de fundo à  belíssima narrativa contra o preconceito.

Distribuído para todo o país pela Allegretto, o novo trabalho de Leyde & Laura é um conjunto perfeito, somando-se as letras de conteúdo, músicos de excelência, produção de primeira e interpretação vigorosa e segura das irmãs que são reconhecidas pelo dueto mais afinado entre as mulheres do sertanejo.

O resultado, que deve agradar em cheio ao público sertanejo, é comemorado pelas irmãs. “Reunir tanta gente talentosa neste álbum foi uma enorme satisfação. A resposta positiva de todos os convidados, mostra que esse projeto inédito já era sucesso desde a concepção, e agora estamos muito felizes de vê-lo nas lojas de todo o país!”, afirma Laura. “Queremos dividir essa trabalho, feito com muito carinho e dedicação, com nossos fãs e amantes da viola. Sempre defendemos a bandeira da música sertaneja e, com muito orgulho, somos a dupla feminina que mais gravou modas de viola na história, muitas delas numa época em que havia grande preconceito em relação às mulheres dentro desse estilo. Nada melhor que um CD deste porte para comemorarmos a mudança ocorrida no mercado atual”, completa Leyde.

“Modas de Viola” chega como álbum obrigatório na coleção de quem aprecia repertório de qualidade e interpretação impecável, características presentes em toda a discografia de Leyde & Laura,  dupla que tem como missão a superação a cada trabalho. Um CD indicado para todas as idades, inclusive para o gigantesco público jovem que cultua a viola como um dos verdadeiros patrimônios da nossa cultura. E a ordem aqui é apreciar sem nenhuma moderação.

Leyde & Laura – Modas de Viola

Faixas

  1. A Nora e a Sogra (João Freitas/Renan Valentte)
  2. Flor do Ipê (Djalma)
  3. Atiradora de Elite (Devanir Bianco/Pasqual Marques)
  4. Legitimo Doutor (Geraldinho)
  5. O Doador (Zé Fortuna/Paraiso)
  6. Milagre do Retrato (Sulino/Paulo Calandro)
  7. Dra. Esmeralda (Cacique)
  8. Exemplo de Humildade (Dino Franco/Tião Carreiro)
  9. Rei dos Judeus (Dino Franco)
  10. Roda de Viola (Nestor Do Prado/Laura)
  11. O Menino do Armazém (Lucimar)
  12. O Amor do Sol e a Lua (Luiz Fernando/Laura)
  13. Filha do Caminhoneiro (Jesus Belmiro/Paraiso)
  14. Justiça Divina (João Miranda/Oswaldo Galhardi/Ciro Rosa)

25/5/2017

 

Carlos Guerra  /Assessoria de Comunicação 

Sobre o autor /


Veja também

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Porteira Brasil Comunicação

Assessoria de comunicação especializada no meio artístico, a Porteira Brasil Comunicação também é responsável por um dos sites de notícias e matérias diárias sobre o mundo sertanejo mais conhecidos do mercado.

CONTATO:

carlos.guerra@porteirabrasil.com.br

SUGESTÂO DE PAUTA:

pauta2@porteirabrasil.com.br